Run Code  | API  | Code Wall  | Users  | Misc  | Feedback  | Login  | Theme  | Privacy  | Patreon 

Plantera mas com escolhas

Language: Layout:
+ ] Show input
Compilation time: 0,25 sec, absolute running time: 0,11 sec, cpu time: 0,08 sec, average memory usage: 13 Mb, average nr of threads: 3, absolute service time: 0,4 sec 
edit mode |  history  | discussion
Plantera
 
   Em um belo dia, havia um guerreiro, tentando salvar o mundo. Ele se encontra em uma situação na floresta do subsolo, onde ele encontra um pequeno bulbo rosa.
Ele sente um mal nesse bulbo, e decide o quebrar. O que não sabia é que esse bulbo era protegido por uma criatura poderosa.   Ele ouve um rugido. Era da besta. Quando ele olha para trás, vê uma criatura feita de plantas, bem parecido como a planta que tinha quebrado.
   A criatura diz em raiva: Porque quebrou meu bulbo? Ele não fez nada contra você, e você simplesmente o quebra, é difícil produzir essas coisas! A criatura então decidiu: Meu nome é Plantera, a besta da floresta que irá te destruir! O guerreiro então, sem dizer nada, pega sua espada, e tenta atacar Plantera, mas sem sucesso, pois as plantas que cobrem o bulbo são muito grandes e quase nenhum dano é visível.
 A planta começa a rir porque isso só fez cócegas.O guerreiro em pânico, tenta fugir para a superfície, mas a besta parece não gostar da superfície, e quando ele chega lá, ela fica laranja e mais furiosa.
   'Odeio a luz do Sol!', diz Plantera.O bulbo da planta se abre, mostrando que o monstro seria uma planta carnívora, e chegava mais e mais perto do guerreiro. Mas então o guerreiro tinha um espelho mágico, e lembrou se olhasse para ele, voltaria para casa instantâneamente. Ele achava isso inútil, mas decidiu usar. O guerreiro não teve tempo para usar o espelho, porque a planta se agilizou porque reconheceu o item e acelerou para que ele não escapasse, e foi comido